BIOGRAFIA HORÁCIO FERREIRA

HORÁCIO FERREIRA

Professor de Clarinete

Horácio Ferreira tem-se diferenciado por integrar vários projetos a solo e em música de câmara, sendo um dos mais reconhecidos clarinetistas da sua geração.

Foi “Rising Star” da European Concert Hall Organization, aparecendo em concerto nas mais prestigiadas salas de espetáculos, destacando-se a Philharmonie de Paris, a Concertgebouw de Amsterdão, o Barbican em Londres, o Musikverein de Viena ou a Elbphilharmonie de Hamburgo.

Jovem Músico do ano 2014 e primeiro clarinetista a vencer o nível médio e superior do Prémio Jovens Músicos, Horácio também venceu prémios no “Concours Debussy” em Paris, no prestigiado “Prague Spring Competition” em Praga, no Concurso de Interpretação do Estoril e foi vencedor do Concurso Internacional de Clarinete “J. Pakalnis” em Vilnius, do concurso “La Salette” e do Prémio Novos Talentos “Ageas”. Recebeu a medalha de mérito do Município de Santa Comba Dão e o prémio revelação da revista “Anim’Art”.

A carreira de Horácio Ferreira levou-o a percorrer vários países na Europa, China, Brasil, EUA, Dubai, Israel e apareceu como solista com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Filarmónica Checa, Orquestra de Câmara de Colónia, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Estatal de Atenas, Orquestra Filarmónica Portuguesa, Orquestra XXI, Banda Sinfónica de Tenerife, Orquestra de Câmara de Israel, Banda Sinfónica Portuguesa, entre outras. Integra o ensamble “ars ad hoc” explorando as diferentes possibilidades em música de câmara. Gravou para a RDP/RTP, France Musique, Radio Catalã e Televisão Húngara.

Diplomado pela Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo na classe de António Saiote, foi bolseiro da Fundação Gulbenkian na Escuela Superior de Musica Reina Sofia em Madrid onde estudou com Michel Arrignon e em Paris com Nicolas Baldeyrou. Atualmente é doutorando na Universidade de Aveiro, onde também é professor.

Horacio Ferreira é artista da marca Vandoren e fundador do Art’Ventus Quintet. Desde 2018 tornou-se assessor artístico do Festival Internacional de Música de Marvão.

VIDEOS